Historia de um passado sangrento 01

Remexendo em minhas pastas de RPG encontrei a historia de um des meus personagens... esse era de um dos meus favoritos, e gostaria de postar aqui, sei que vai parecer meio clichê, mas fazer o que...acho que terei que dividir em duas partes já que é grande...

Karu, Historia de um passado sangrento...

Só os venho contar a minha historia graças a minha querida mãe, que ela esteja agora com Tana-Toh, com eu estava dizendo, contarei para vós minha curta historia.

Tudo começa em algum lugar alem do Rio dos Deuses na Altura de Callistia, axo que um pouco antes do Deserto da Perdição, lá existia uma tribo Trog, ah para quem não me conhece eu sou Trog ou tambem chamados de Trogloditas, mas ai vem uma pergunta como venho vós escrever? Espere e verá a resposta. Continuando, e foi nessa tribo que eu nasci, eu seria um Trog normal se não fosse a questão do meu tamanho, eu era um Trog Anão e na lenda popular dos Trogs eu traria destruição para a tribo, talvez eles estariam certo em um futuro proximo, e como eu era um Anão eles não podiam me Matar se não o destruição da tribo seria pior, eles me jogaram na beira do Rio dos Deuses, se eu sobreviveçe, bom, porem se eu morre-se, melhor ainda. Mas um emprevisto aconteceu.

No outra margem do rio, mesmo pequeno eu consegui sair do cesto que eu tava e me salvei por pouco, me salvei que nada, agora eu morreria pior do que morrer afogado iria morrer de fome ou devorado por alguma coisa. Mas como estou aqui contando essa historia à vós, eu sobrevivi graças aos meus futuros pais. Alguns dias após um casao de Anões me acharam na Beira do Rio , esses dois anões começaram cuidar da minha pessoa, que tipo me adotaram, mas agora vou contar alguns detalhes de meus pais para vocês entenderem o porquê de eles me adotarem. Malek Ironheart e Miriam Ironheart dois anões micionarios da igreja de TanaToh, que foram para Callista espalhar ensinamentos para aquele povo afligido por ataques constantes por monstros, encontraram um pequeno Trog Anão na beira do Rio dos Deuses, e como não podiam ter filhos e creram que aquele Trog foi mandado por Tana-Toh para eles educarem e cuidar dele já que ele era meio Anão, logo esse pequeno trog virou o pequeno Karu Ironheart, Karu que na Ligua Draconica significa “Filho” e inacreditavelmente na lingua Tamuriana significa “Selvagem” , Ingrassado não?. Mas votando ao meu ver. Logo virei filho deles, me ensinaram a leitura e a escrita, como se comportar e muitas outras coisas interessantes, eu os amava tanto, até aquele dia fatidico.

Eu me Lembro até Hoje daquele dia, era 13 d e Luvitas, fui buscar lenha para o almoço, como estava chuvendo nesse dia demorei a achar lenhas boas para o fogo, quando voltei á nossa casa, tinha uma coisa muito errada aporta estava arrombada, acho que esqueci de falar onde moravamos, moravamos num vilarejo litoraneo um dos poucos que não eram atacados, num eram até aquele dia vi uma criatura estranha uma mescla de peixe com anfiibio, ou como os conheci os mais tarde Lursh-lyns, estava segurando meu pai pelo pescoço e o sacudindo-o, ao me verem minha mãe que estava no canto horrorizada gritava para mim fugir, eu estava estagnado com aquilo, num tinha força para correm foi ai que monstro me avistou ele investio em minha direção eu fechei os olhos esperando a morte, mas só senti um baque em cima de mim me derrubando, quando abri os olhos minha mãe ensima de mim aberta de um lado ao outro com a mão da criatura nas costas dela, ela me disse algumas utimas palavras enquanto o monstro preparava o proximo ataque. “Nós amamos você, fuja e viva... nisso ela me empurrou para traz e me salvou de um segundo ataque mas sedendo sua vida a criatura, após isso só me lembro está correndo para alguma direção sem sentido. Enquanto corria e persebi que eu não tinha saido ileso do primeiro ataque, sofrerá um corte fundo logo abaixo do peito, se não fosse pelo couro resistente eu teria sido cortado ao meio, esse ferimento estava sangrando muito, comecei a me desfalecer, logo me veio a ideia que iria encontrar meus pais no outro lado e desmaiei correndo, nesta autura estava a um passo dos mesus pais.



Certo continuarei mais tarde....

Historia de um passado sangrento 01 Historia de um passado sangrento 01 Reviewed by SiriosCh on 14.3.09 Rating: 5

Nenhum comentário