A verdade por trás do pequenino

Bem pra variar pouco, vou escrever algo pessoal com haver com rpg... tá não to variado porra nenhuma, mas deixa fingir que to, ok?

"Ok,ok,isso aqui provalmente só vai ser encontrando depois que eu morrer, vou tentar ser mais breve possivel, por dois motivos
1-Não gosto de escrever.
2-Eu não sei escrever direto, não ria é sério.
O que tá escrito aqui é mais pura verdade, eu sei que vai ser dificil alguém acreditar nisso, já que sou clerigo de hynnin.
Desde que saiba eu fui criado dentro da guild, eles me adotaram pelo fato de ser goblin... um goblin verde, como meu mentor dizia "Green Goblin". Falando meu mentor espero que ele não ficou nervoso com que fiz com ele, e nem o apelido que fiz ele ganhar, o peculiar apelido de "Cabeça de Martelo".
Eu como todo clerigo de hynnin, temos que mentir sobre nosso Deus patrono, eu escolhi Nimb como minha camuflagem, que foi meu pior erro. No começo eu fingia ser louco, e essas coisas, até fingia que tinha um amigo imaginario, porém coisas começaram sair do controle, percebi isso quando eu estava conversando com uma criança, perguntando que ela fazia na guild, achei estranho... achei mais estranho depois que falaram que não tava ninguém comigo, esse foi primeiro sinal, depois veio outros, como mudança repetina de humor, mania de mentir sempre, aquilo começou tomar conta da minha cabeça, foi então que veio a última gota, meu amigo imaginário... comecei a ver de verdade, conversava comigo, cisma que existia de verdade. Depois daquilo percebi que só tinha uma saida, sair deifinitivamente da guild e tentar achar uma cura. Isso provalmente é meu "testamento", logo não sobrará mais nada da minha mente."

Acho que deu pra sacar o que quis dizer e o sobre o quis escrever, podia ter feito bem mais longo e detalhado, mas pediram pra ser curto 8B.

See later
A verdade por trás do pequenino A verdade por trás do pequenino Reviewed by Al on 2.3.09 Rating: 5

Nenhum comentário