Vamos Falar de filme: Funny Games

O mês passado acabei não postando sobre filmes, pequena falha minha.



Capa interessante, não acha? O que acha a capa Trash e sem graça? Bem se dizer que o filme é Austríaco? Não ajudou? E Que tal se falar que filme possui uma quantidade alta de violência e incluindo cena de criança apanhando? Ah achou isso normal? Então vamos aos fatos.
Funny Games (Aqui conhecido como Violência Gratuita) é filme do diretor e roteirista Michael Haneke, Michael Hanake foi um tanto que quanto pioneiro e sádico para sua época, Por que? Procurei qualquer filme da década de 90, que tenha o mesmo ar dos filmes de Stanley Kubrick, e ainda por cima dos países da Europa. Agora chega de falar do diretor... mesmo que ele seja única pessoa notável no filme. O Filme tem todo aquele ar de década 70, com aquela filmagem diferente e séria, logo no começo do filme é quebrado isso, vindo em letras bem grandes nome do filme e tocando algo que parece ser grindcore, apesar disso o filme não daqueles de humor, a história e nada mais que uma bela família feliz e rica (Coincidência não?) formada pela esposa culta, o marido culto e o bom menino que sai de férias na sua bela na casa de campo, porém eles recebem a visita de dois rapazes desconhecidos, e assim começa a violência, que vão desde tiro nos miolos a mulheres perdendo dignidade. Para quem curte filmes estilo Laranja Mecânica (O Mais fácil de citar aliás), Funny Games é bom pedido.
Curiosidade: Michael Hanake dez anos depois decidiu fazer um remake do próprio filme, só que versão americanizada e com a mãe de família gost... Esse sim vale a pena citar outras pessoas além do diretor, entre eles Naomi Watts (Loira do King Kong versão Peter Jackson) e Tim Roth (Senhor Laranja em Cães de Aluguel).
Vamos Falar de filme: Funny Games Vamos Falar de filme: Funny Games Reviewed by Al on 7.8.09 Rating: 5

Nenhum comentário