Histórias do Metro 3 - Chovendo gente





Cavalheiros e Damas desta taverna! Como prometido cá esta seu humilde bardo novamente a recitar mais uma cronica do metro. Desta vez falaremos um pouco sobre a estação de chuva e como isso pode modificar (fuder para ser mais exato) o trajeto para o seu trabalho caro aventureiro... Não importa se é Humano, Elfo, Satiro, Anão, Centauro ou Minotauro (respectivamente: Humano, gay, pansexual, vocalista do matanza, zagueiro brasileiro e corno), Sempre havera um dia em que a queda será inevitavel... Principalmente com seres ignobeis te empurrando feito cães... portanto ouçam esta cronica para evitarem situação como essas...
-->

TA CHOVENDO GENTE?




São Paulo pode se comparar a um inferno molhado... Quando chove a cidade para, os ônibus param, os dutos de esgoto param (e enchente neles) e não podemos nós esquecer dele... O metro! Devagar e sempre... (by Barrichello).


Chovia que era uma beleza, e eu consegui, apesar de molhado e gripado chegar ao metro patriarca. Para quem nunca passou por ali, ao se descer do ônibus você passa por uma serie de escadas e rampas para chegar às catracas. Eu estava descendo as escadas, quando finalmente cheguei às rampas quando atrás de mim ouço um baque surdo, algo como uma mala de viagem caindo... Ou seria um corpo humano? Logo constatei que era a segunda opção, pelos gritos de "ai meu deus!", como já estava um pouco distante segui viagem, o cara já seria socorrido mesmo.


Cheguei à escada rolante dando acesso a plataforma, vejo aquele aglomerado de curiosos, que alias todo mundo sabe, que quando tem desgraça tem curioso (e o Datena gritando: “Não tem transporte!”). A mulher escorregou, caiu de cabeça no chão e desmaiou; os seguranças do metro estão socorrendo a mesma (ou como diz meu amigo os "urubus") enquanto fica aquele monte de gente olhando feito bocó, discutindo se ela morreu enquanto se esquecem de ir trabalhar.


Voltei para indiaquera (Itaquera) e consegui pegar o metro que bate e volta para ir sentado. Quando as portas daquela estação infernal se abrem vejo algo voando. Penso comigo mesmo: "era um homem? era um pássaro? não, era um velhote voador mesm... espera ai... VELHOTE VOADOR!? WTF!?.


O tiozinho simplesmente foi arremessado (Tipo: CARACA VÉIO!) pelo povo doido querendo entrar, saiu voando de boca no chão, estilo nado crawl só que sem a água, e o Maximo que aquele bando de trogloditas alucinados consegue dizer é "coitadinho...". A cena realmente foi feia. Ai o bom velhinho (não é o Noel ta?) sentou no banco azul lamuriando-se pela falta de respeito aos idosos, o que é mais do que verdade (e o Datena continua gritando...).


A viagem segue e a água correndo solta do lado de fora. Quando chego ao meu destino, Anhangabaú, e estou subindo as rampas encharcadas eu que vos falo caro leitor, quase fui vitima da “maldição da chuva de gente” e tomei um “semitombo”. Para os que não sabem, “semitombo” é quando a parte inferior de seu corpo, vulgo pernas leva um escorregão, mas é logo amparada por sua parte superior que se agarra em alguma coisa e te salva de sujar sua região glutear na lama (bunda pra quem não entendeu).


Por isso vai ai a dica:

1. Nunca corra em escadas molhadas, você pode acabar indo de elevador para o céu...
2. Não coloque a cabeça para frente para ver se o trem está vindo, ele pode estar mais próximo do que imagina... (e você mais próximo do elevador para o céu...)
3. Olhe para cima e para baixo por que em São Paulo você pode ser atingido por tiozinhos voadores...
4. Se chover sempre vá com sapatos de solado novo, aquele velho confortável pode ser seu pior pesadelo...
5. E para evitar tudo isso não pegue o metro em dias de chuva...


Até a proxima... (amanha tem mais...)
Histórias do Metro 3 - Chovendo gente Histórias  do Metro 3 - Chovendo gente Reviewed by Vileblade on 11.6.10 Rating: 5

8 comentários

  1. eu ja levei(ou quase levei) um semi tombo uahuahuahuahua
    e quando vc falou do datena eu imaginei ele falando

    "Eu quero ibagens!"
    muahahahahahaha

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. kkk.. Metrô ta cada dia pior msm ein... é vc n viu na india como eh a situação, surfar no trem eh tao normal lá quanto fik de pé no metro daki.

    ResponderExcluir
  4. DATENA: Bota na tela primo! bota na tela!

    ResponderExcluir
  5. DATENA: DERRUBARAM O IDOSO! (x42); CADE AS AUTORIDADES NESSE MOMENTO? CADE O SR PREFEITO? O CHUCK NORRIS? O MICKEY MOUSE? EU QUERO O LINK COM O AGUIA DIRETOR!!!! BOTA NA TELA PRIMO! BOTA NA TELA!

    ResponderExcluir
  6. ahuahhauhauhauhuahuhauhuahs..... mano surfar no metro Tenso ...

    ResponderExcluir
  7. auhsuahsuhasuahushaushaushusah. So rindo mesmo pra não chorar, pq passar pelo que a gente passa todo dia de manha nos metros não é mole não, mas nos permite boas historias de metro ^.^

    ResponderExcluir
  8. Se bem que meu pai diz que surfar no tre era normal um tempo atras... Quem sabe logo a gente não volta a isso... do jeito que tá...

    ResponderExcluir