Caos escolar : As crônicas de instituições de ensino.Cap.1

Caos escolar
As crônicas de instituições de ensino.
Nunca foi novidade para nenhum dos Srs. Leitores que as instituições de ensino brasileiras são palcos das situações mais estapafúrdias e habitat das criaturas mais estranhas que podemos presenciar em toda nossa vida de estudante. É de uma magnitude incomensurável a quantidade de brigas por minuto que ocorrem em todas as escolas publicas de todo Brasil. As escolas brasileiras mostram como nós seres humanos inteligentes (ou não) sempre retornamos ao nosso instinto: sobreviver a cada dia.





Capitulo 1
Espécimes raros.
Uma frase que se aplica perfeitamente as escolas que freqüentamos é: “Welcome to the Jungle” como diria Axl Rose. Todas as espécimes que podemos ver nas selvas desse nosso Brasil selvagem tem uma semelhança com as criaturas que convivemos em sala de aula. Podemos identificar seres de todos os andares da pirâmide alimentar, as presas e os predadores, como serão descritos abaixo:

Homo-Equino
Um exemplo é homo-equinos (não é um centauro, é um cavalo mesmo...) essa espécime simplesmente adora pastar o dia inteiro, cagar durante o processo e coicear qualquer um que o atrapalhar.

Homo-Fantus
Outro espécime é o homo-fantus (elefante com homem). Esse é aquele moleque que entra na fila do lanche 70 vezes e sai com 512 pacotes de comida. Fazendo uma conta: se ele pega 6 bolachas por dia e se não fosse esfomeado e vendesse cada pacote de bolacha por R$ 1,00 ele teria 120 reais no mês (6x1x20dias). Uma sub spécie dessa categoria é o ser não tão raro conhecido como o famoso gordo bobo (bobopotamus), aquele ser que provavelmente pesa mais que todo o resto da sala combinado, costuma ser o principal alvo de brincadeiras gordisticas como tiro ao alvo, ocultação de bens escolares, ginástica olímpica de teta e o não tão tradicional rodeio de gordo(que será citado em outro post).
O Elo Perdido
Um dos espécimes mais comuns em qualquer escola, com mais freqüência no 9º ano (falecida oitava serie) é o elo perdido entre o humano atual é os macacos. Ele se destaca pela afloração dos mais primitivos instintos de ambas as espécies: o instinto de se reproduzir e o instinto de fazer macaquicies aleatórias. Quem nunca teve um colega de classe que fez subia nas mesas, paredes ou como um cara que conheço surfava nas escadas ou furtar bananas da cantina. Sem falar que qualquer rabo de saia (incluindo as alunas, professoras e tias da cantina) ele cortejava de jeito muito sutil: Já é ou já era?
Homem Arminho
E quem nunca encontrou aquele baixinho revoltado onde sua fúria Barbara é inversamente proporcional a sua envergadura vertical? Estes Homo-arminhos são como gatos acuados: Você pensa que eles são inofensivos, mas eles podem arrancar seus olhos e fazer jorrar lagrimas de sangue por causa do simples tapinha nas costas que recebera. Lembro-me muito bem de um baixinho que fazia SENAI de eletricidade e quando zoaram com ele de “Pikachu” ele simplesmente soldou o zíper da bolsa do infeliz que o incomodou e não contente com isso ameaçou soldar a cara do mesmo se ele fizesse isso de novo.
Japonego
Existem muitas outras espécimes que podemos citar. Temos o Nipo-africano, mais conhecido como “japonego”. 40% das salas têm um e eles sempre são retardados. Um grande amigo meu se encaixa e nesse perfil e nem quero mencionar algumas de suas proezas. Outro “japonego”que aparecera em meu período escolar era daquele tipo de pessoa que você não duvida de nada, como por exemplo, se trocar dentro do ônibus...
Tribos Diversas
Hoje temos outras espécies mais distintas como o emo da sala (90% da sala), o funkeiro (110% da mesma e o colorido que, ou torce pela seleção do restart, ou é se veste como uma banana de pijama (de amarelo e azul florescente).
Presas
O cara quieto, que está de boa, só rindo do que acontece...presa!
O cara que está fazendo a lição...presa!
Nerds...presa!
Qualquer ser que tenta levar alguma coisa a séria nesse ambiente hostil, ou que esta la apenas observando vai acabar como uma Zebra ferida que é deixada para trás para os leões famintos por zoar, aloprar ou zombar de alguém. O seu comportamento normal é se unir a outras presas(ou predadores também) e torcer para que nada aconteça como uma manada de mamíferos que tenta escapar dos predadores.
Predador
Seres providos de muita força, pouca paciência e que podem te fazer rir(se você não for a vitima da vez), dispõem de um cérebro que está em constante evolução no que diz respeito a estratégias para zoar as presas. Suas armas mais utilizadas são O Cuecão, Montinho, Alta Capacidade de detecção de duplo sentido em qualquer frase, nível elevado para criação de apelidos constrangedores, precisão comparada aos snipers da SWAT em arremesso de giz, bolinhas de papel e apetrechos escolares e alguns que acreditam que os predadores possuem a habilidade da invisibilidade quando ocultam seus pertences.
Rato de Bar
O rato de bar é o tipo de ser vivo que quando não está no bar, está bêbado na sala de aula. Sua dieta básica se consiste de bebidas derivadas do álcool e salgadinhos e outros petiscos de boteco. Seu habitat natural são todos os locais nos arredores da escola, mas quando o nível de álcool no sangue chega em níveis críticos ele retorna a escola para dormir e realizar a pratica de outros atos “comuns”, como se pendurar no lustre e gritar “kaubanga!” ou usarum skate para praticar nado depeito nos corredores.
Por experiências próprias existem uma porcentagem significativa de alunos na sala nestas proporções:
Bobopotamos (1 aluno)
Homo-arminhos(1 aluno)
Elo perdido (1 a 6 alunos)
Japonego (de 1 a 2 alunos)
Homo-fantus (2 a 3)
Predadores (3 a 10 alunos)
Presas (1 a 4 alunos)
Rato de bar (1 a 5)
Emos, restarts e funkeiros (mais do que você imagina)

Continua no próximo post....

Muitos obrigados ao Sir Wellington que me ajudou muito com esse post!
Caos escolar : As crônicas de instituições de ensino.Cap.1 Caos escolar : As crônicas de instituições de ensino.Cap.1 Reviewed by Tuia on 30.8.10 Rating: 5

3 comentários

  1. é muito triste que nas escolas coisas são assim mesmo. BANDO DE VAGABUNDO QUE TEM QUE APANHAR NO BUMBUM,ahuaauhaauhahuauha.

    ResponderExcluir
  2. Realmente ficou bom, eu falei que ia ser legal falar de escola huahuahuahua

    PS:Creditos para mim na metade superior do post e nas nomeclaturas...

    ResponderExcluir
  3. ahuuahuahau ... eu senmpre fui uma presa na escola

    ResponderExcluir