Papo de bardo – Quanto você paga pelo seu transporte publico?

(Mais uma vez, encontre o wally...)
Você sabia que todos os transportes públicos são controlados apenas por alguns lords siths oligopólios, tanto nas empresas de transporte por ônibus como o metro e a CPTM e a carroça do tio zé?
Você sabia que os motoristas destes tanques ônibus e os investidores (donos dos carros) acabam deixando muito dinheiro, que poderia ser deles, nas mãos dos representantes das empresas e cooperativas?
Percebe que existe troca de linhas a todo instante, principalmente com a troca de ladrões prefeitos?
Que os lotes de linhas são vendidos como favores sexuais políticos?
E o que isso tem a ver comigo, vileblade seu idiota? Basta falarmos de dinheiro x qualidade. Quanto você paga para ser amassada feita massa de pastel todos os dias? Será que seria possível melhorar?
Hoje após o meu inferno aperto diário, parei para pensar na vida (técnica para se esquecer da dor de ter seus ossos esmigalhados), e percebi que nós realmente somos burros pra cacete explorados em termos de transporte.


(Espero que não seja um conhecido teu...)
Pensem comigo, você, paupérrimo que anda de busão todo santo dia, que tem sua marmita amassada em meio aquele monte de corpos suados, no meio do povão, que parece uma lagartixa, estampado na porta do metro, para em seguida se sentir uma concha sendo levado pela maré.
Pense você que entra naquela lotação, pagando R$3,00 (aqui em Sampa), para ser maçocado como carne de lingüiça ou sardinha enlatada. Agora faça as contas (ah não matemática não!).
Em uma lotação (microônibus) cabem 30 pessoas sentadas e 17 em pé (boa essa piada!), mas como contei hoje, cabem 65 pessoas em uma lotação dessas (desafiando as leis da física...).
Agora que temos uma media vamos fazer uma conta de multiplicação do numero de pessoas, vezes o valor da passagem (espero que saiba contar ou volte para a escola, seu animal de teta!).
Assim temos 65 x R$3,00, chegando a um total de R$195,00 por viagem (mais do que seu salário de escraviário).
Agora vamos contar o numero de viagens possíveis por cada lotação: Em um dia com dois turnos de trabalho de 8 horas temos 16 horas em que um mesmo micro ônibus pode rodar por ai pegando pessoas, isso na melhor das hipóteses, pois pode ser mais. Contando um trajeto de 30 minutos, podemos fazer 32 viagens, arrecadando valores variados.
(Por que não comprar um carro popular?)
Contando a pior das hipóteses, por exemplo, apenas 10 passageiros em uma viagem (Uma tia gorda, um velho babão, uma mãe com três rebentos melequentos choramingando, um funkeiro incomodando todo mundo com um radio de pilha, um traveco, você e a sua mãe!), podemos fazer uma media de R$195,00 + R$30,00 dividido por 2, para obtermos uma media de R$112,50 por viagem
Assim, se você não é um animal que cabulou sua aula de matemática na escola e entendeu o que fizemos até agora, podemos terminar nossa conta multiplicando 112,50 por 32 viagens, para obtermos um total de R$3600,00 por dia.
Beleza, R$3600 bruto, retirando o que os funcionários (o motorista e o cobrador que só sabe gritar “dá um passinho pro fundo ae!”)recebem, gasolina, manutenção e impostos, mesmo que metade tenha sido gasto desta maneira, ainda assim teremos um valor exorbitante de lucro diário. E agora vem a questão: para onde vai este dinheiro e onde está o seu conforto neste momento?
Quer uma resposta? Esse dinheiro todo vai para o rabo do governoas grandes empresas, chefes sindicais e impostos. Estes três abusam das maiores formas possíveis, seja com impostos de 70%, seja com contribuições sindicais exorbitantes. Seja com filiações exorbitantes a cooperativas ou seja através de salários miseráveis e preços altos na passagem. Enfim, quem se fodeperde aqui é você
(Meu cofrinho dos sonhos...)
Contando com uma viagem de metro você paga R$10,00 diários para ir e voltar todo santo dia, se não fosse a distancia, você poderia, por exemplo, passear de taxi pela extensão do Ibirapuera, feliz e contente, like a boss.
Se você trabalha apenas de segunda a sexta, você gasta mais do que R$200,00 mensais, diretamente de sua esmola seu salário para ir trabalhar! Isso por que você tem um ótimo serviço de massagem e shiatsu incluído no aperto alem de segurança total, sem nenhum risco de o metro quebrar (ah ta! E eu sou o Luis Ricardo Bozo)
Está ai o motivo de eu, sentir-me assediado explorado pegando ônibus e metro todo dia, e agora você também pode partilhar este sentimento comigo. O ruim é que se você deixa de alimentar a oligarquia dos transportes públicos e o governo, ao comprar um carro, você passa a alimentar à oligarquia das montadoras de carro, construtoras de rodovias e o governo com os trocentos mil impostos.
Isso sem falar nos Maluf-dutos viadutos e rodovias espaciais e mágicos que são superfaturados, para após isso você pagar pedágios ou contribuições de melhoria. Se os próprios ônibus, que são um serviço do governo, circulam na rua, porque nós ainda temos que pagar para usá-la com nosso odiado IPVA? Se bobear vão cobrar até para se andar na calçada (é melhor não dar idéia para eles...)?
Resumindo, sua relação com o governo é a seguinte: O que é meu é meu, o que é seu é nosso!

Papo de bardo – Quanto você paga pelo seu transporte publico? Papo de bardo – Quanto você paga pelo seu transporte publico? Reviewed by Vileblade on 16.8.11 Rating: 5

Um comentário

  1. ou seja eles sempre vão arranjar um motivo pra tirar um lucro.E o mesmo sairá dos nossos bolsos. ¬¬' Essa é a equação do governo.

    ResponderExcluir